Afonso Diz
Partner
Afonso Diz

Habilitações Académicas:

 

2012 - Doutorando em Economia da Empresa.

 

 

1979 - Revisor Oficial de Contas;   

 

Ordem dos Revisores Oficiais de Contas.

 

 

1967 A 1971 - Licenciatura em Finanças;   

 

Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras.

 

 

 

Experiência Profissional:

 

·       AESE  (De 2008 a 2012):

 

Professor de Fiscalidade no MBA: Professor de fiscalidade.

 

·       Humanist - Consultoria de Recursos Humanos, Lda  (De 2000 a 2012):

 

Consultoria em recursos humanos, incluindo formação, selecção de pessoal e processamento salarial.

 

·        Verum - Consultoria e Contabilidade, Lda.  (De 1996 a 2012): 

Consultoria em contabilidade, incluindo declarações fiscais, estatísticas e cumprimento das obrigações legais. Assistência contabilística à gestão das sociedades.

 

·        Auditum - Consultores de Gestão, Lda. (De 1993 a 2012): 

Consultoria e planeamento fiscal, contencioso, administrativo e fiscal.

 

·        Diz, Silva & Duarte - SROC  (De 1993 a 2012):  

Revisor Oficial de Contas: Em Novembro de 1993 constitui a sociedade de Revisores Oficiais de Contas, Afonso Diz & Santos Silva. Agora passou para Diz, Silva & Duarte, da qual é Administrador (Sénior Partner).

Fiscal único ou membro do CF de mais de 200 S.As. É responsável pela Auditoria da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo dos Açores.

Desde 2009 é o ROC, em nome da sua SROC de mais de 18 Caixas de Crédito Agrícola Mútuo espalhadas pelo País.

 

·        Universidade Autónoma de Lisboa  (De 1986 a 2012):  

Professor Universitário: Professor de Fiscalidade.

 

·        A.J. Mackintosh & Associados e Ernst & Young  (De 1988 a 1993):  

Sócio (Partner): Auditoria e consultoria fiscal.

 

·        KPMG - PEAT MCLINTOCK  (De 1978 a 1988):  

Assistant Manager: Responsável pela formação do departamento de Assistência Fiscal / Tax. Prestou assistência fiscal a clientes das mais variadas dimensões e diferentes sectores de actividade.

 

·        Caixa Geral de Depósitos  (De 1976 a 1976): 

Técnico Economista:  Apreciação de estudos com vista a obtenção de financiamento bancário, sobretudo em áreas da indústria e do turismo.

 

·        Direcção Geral das Contribuições e Impostos  (De 1975 a 1978): 

Técnico Economista:  Fiscalização dos impostos em geral e da Constituição Industrial em especial. Ministrou cursos internos de contabilidade a técnicos verificadores. Divulgou a então nova declaração mod. 2 da constituição industrial no norte, e esteve destacado no serviço de informações fiscais.

Participou em júris de exame de aptidão para técnicos de contas e de admissão para candidatos a técnicos economistas.

 

·        ISCAL - Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa 

(De 1975 a 1980):  

Professor Universitário:  Professor de Fiscalidade.

diz group - Member of AGN International